+

14/10/2015

O que são ônibus híbridos e quais seus benefícios?


O que são ônibus híbridos e quais seus benefícios?

Os ônibus híbridos foram desenvolvidos pela Volvo e são modelos com dois motores, o que aumenta a dinâmica e sustentabilidade deste veículo, uma vez que aproveita os pontos positivos de dois sistemas diferentes: diesel e elétrico. Eles começaram a ser usados como teste na cidade de São Paulo em 2010 e atualmente se tornaram mais comuns nos grandes centros urbanos, já sendo possível comprar ônibus usado deste tipo.

Com funciona o ônibus híbrido?

O ônibus híbrido funciona diferente dos modelos tradicionais. Como possui dois motores, eles se intercalam e dividem o trabalho, sendo que o veículo se beneficia das melhores características de cada um dos sistemas. Veja em quatro passos como funciona o ônibus híbrido:

  1. Quando o motorista dá partida no veículo, ambos os motores, tanto a diesel como o elétrico, começam a funcionar;
  2. Ao fazer uma parada, que pode ser em um ponto de ônibus ou semáforo, o motor a diesel desliga automaticamente e o elétrico opera totalmente;
  3. Caso o veículo fique parado em um congestionamento, mas não ultrapasse 20 quilômetros por hora, o motor elétrico continuará exercendo 100% do trabalho;
  4. Acima dessa velocidade, os dois motores operam juntos, proporcionando economia de combustível para o motor a diesel, uma vez que ele só faz uma parte do trabalho.

Quais os benefícios do ônibus híbrido?

O ônibus híbrido oferece uma economia de 35% no consumo de diesel. Isso ocorre em razão do tempo que o transporte fica parado entre pontos, semáforos e congestionamentos, que chega a até 50% do tempo total rodado diariamente. Como é o motor elétrico que opera nesses momentos, a redução dos gastos é muito significativa a longo prazo.

Não apenas a economia relacionada ao diesel é uma vantagem neste modelo de ônibus. Ele também permite uma redução entre 80% e 90% dos poluentes emitidos, quando comparado com um veículo com motor a diesel convencional. Isso faz com que ele seja mais sustentável e tenha menos impacto no meio ambiente, fator que passou a ser mais considerado tanto por empresas como por prefeituras nos últimos anos, devido à maior responsabilidade ambiental exigida a ambos.