+

13/07/2017

Produção de chassi de ônibus cresce 7,9%, mas licenciamentos registram queda de 13,6% no primeiro semestre


Produção de chassi de ônibus cresce 7,9%, mas licenciamentos registram queda de 13,6% no primeiro semestre

A produção de ônibus no Brasil acumula no primeiro semestre deste ano, alta de 7,9%, em comparação com os primeiros seis meses do ano passado. De acordo com dados da Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, divulgados nesta quinta-feira, 06 de julho de 2017, entre janeiro e junho deste ano, foram produzidos 9.973 chassis de ônibus, ante 9.239 em semelhante período de 2016. Ainda de acordo com o levantamento, o destaque foi para o nível de produção no segmento de chassis de ônibus urbanos, com alta de 10% no semestre. Foram produzidos entre janeiro e junho de 2017, 7.269 unidades de chassis urbanos e, em semelhante período de 2016, 6.611. Já em relação aos ônibus rodoviários, a produção somou 2.704 chassis em 2017 até junho e no primeiro semestre de 2016, 2.628 unidades, o que representa alta de 2,9% neste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.   LICENCIAMENTOS AINDA EM QUEDA: Já em relação aos licenciamentos, os números são opostos. De acordo com a Anfavea, a queda nos emplacamentos de ônibus no primeiro semestre deste ano é de 13,8%. Entre janeiro e junho de 2016, foram licenciados 5.681 ônibus e, no mesmo período deste ano, 4896 veículos de transporte coletivo. A diferença ocorre por causa do tempo necessário entre a produção do chassi do ônibus, o encarroçamento e o emplacamento, o que demora entre a primeira e última fase, em torno de quatro meses. Entretanto, o número maior de produção em relação às vendas, significa que nos próximos meses deverá haver um crescimento do total de emplacamentos, pelo fato de, diferentemente do que ocorre com os carros que são produzidos sem necessariamente serem encomendados pelos compradores, os ônibus primeiros são escolhidos pelo frotista, encomendados, para depois serem produzidos. As perspectivas são positivas, mas não totalmente animadoras. A Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores divulgou nesta terça-feira, 4 de julho, que o total de ônibus licenciados neste ano deve ter uma retração de 10,2% até dezembro em relação a 2016. No início do ano, a estimativa era de 3,15% de alta até o final de 2017. Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2017/07/04/onibus-fecham-semestre-com-queda-de-725-nos-emplacamentos/ Também ajudam a explicar esta diferença as exportações de ônibus, que somam no semestre alta de 6,8% com   Em relação às marcas, o quadro de licenciamentos da Anfavea mostra as seguintes posições: 1º) Mercedes-Benz: 2.268  ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de 27 % em relação a janeiro – junho do ano passado. 2º) MAN (Volkswagen Caminhões e Ônibus): 896 ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de 2,87 % em relação a janeiro – junho do ano passado. 3º) Iveco: 677 ônibus licenciados no primeiro semestre, alta de 163,4% em relação a janeiro – junho do ano passado. 4º) Agrale (contanto minionibus Volare, vendidos já montados): 557 ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de  39,3% em relação a janeiro – junho do ano passado. 5º) Scania: 249 ônibus licenciados no primeiro semestre, alta de 84,4% em relação a janeiro – junho do ano passado. 6º) Volvo: 166 ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de 50% em relação a janeiro – junho do ano passado.   Fonte: Diário do Transporte   Imagem: Bigstock by Wavebreak Media Ltd