+

13/01/2015

Tarifa cobrada nas praças de pedágio no Paraná é reajustada em 4,88%


Tarifa cobrada nas praças de pedágio no Paraná é reajustada em 4,88%

A tarifa cobrada nas praças do pedágio no Paraná foi reajustada em média, em 4,88%, conforme divulgado pela Associação Brasileira das Concessionárias de Rodovias (ABCR/PR). Na Ecovia, que administra a BR-277, entre Curitiba e o litoral do estado, e na Ecocatarata com concessões no oeste e na região centro sul, o reajuste foi maior.

A tarifa de pedágio é reajustada anualmente no Paraná. O presidente da ABCR, João Chiminazzo Neto, afirma que esta correção não é uma decisão das concessionárias e sim uma cláusula prevista em contrato. Segundo ele, o reajuste é apenas uma atualização dos valores. A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) argumentou que o reajuste médio de 4,88% ficou abaixo da inflação acumulada nos últimos 12 meses.

Ainda conforme a ABCR, o reajuste diferenciado para a Ecovia e para a Ecocataratas corresponde a um reequilíbrio do contrato por conta de adiantamentos e inclusões de obras.

Para a Ecovia, além dos 4,88% foram adicionados outros 3,88%. Desta forma, os motoristas de carros de passeio que utilizarem a BR-277, sentido litoral, pagarão R$ 16,80 na praça de pedágio localizada em São José dos Pinhais na Região Metropolitana da capital paranaense. A tarifa praticada até então era de R$ 15,40.

Segundo a ABCR, na estrada houve obras de reconstrução em três pontes, do viaduto de acesso a Morretes e Antonina, implantação de três passarelas e implantação de ciclovia.

Já na Ecocataratas, houve duplicação de 14,379 quilômetros, na BR-277, sentido interior do estado, entre o Km 660+500 e o Km 674+879. Também é citada a implantação de passagens subterrânea para pedestres no Km 670. A concessionária têm cinco praças de pedágio.

    Fonte: SetCesp Imagem: BigStock-by: Netfalls