+

04/11/2016

Ônibus usado: Tipos de chassi de ônibus


Ônibus usado: Tipos de chassi de ônibus

O ônibus usado, assim como o novo, deve ser corretamente avaliado antes de uma compra e as principais características que devem ser levadas em consideração são os modelos do chassi e da carroceria. Esses elementos podem ter diferentes combinações, sendo possível um mesmo modelo de chassi estar disponível com diferentes carrocerias, assim como o contrário é viável.

Dessa forma, é imprescindível conhecer os tipos de chassis disponíveis antes de realizar uma aquisição. No Brasil são dois tipos de chassis produzidos:

  • Chassis rodoviários: são os modelos usados por empresas de viação intermunicipal, interestadual e internacional. Estão mais relacionados ao setor de turismo;
  • Chassis urbanos: esses modelos consistem naqueles que são usados por empresas de viação urbana. São aquelas com concessão dos serviços públicos de transporte coletivo nas cidades e regiões metropolitanas.

Devido aos diferentes usos dos dois tipos de chassis produzidos no Brasil, a demanda deles varia bastante, sendo que o chassi urbano, por estar relacionado às atividades econômicas e nível de emprego de uma região, representa 84% da produção, enquanto o chassi rodoviário consiste em 16% da produção.

Como identificar o chassi de um ônibus usado?

O chassi é a parte do ônibus que comporta a sustentação do veículo, como a suspensão, motor, sistema de freios, transmissão, câmbio etc. Entretanto, ainda que seja uma parte fundamental, ele é dificilmente identificado sem que haja algum conhecimento prévio sobre o assunto e sem que se consulte a placa de identificação que fica localizada no interior da cabine do veículo.

Entre as formas de identificar um chassi em um ônibus usado pode-se observar o formato das pontas dos eixos, a posição do escapamento, das grades e dos eixos que são os principais elementos para reconhecer o modelo de um chassi. Algumas das empresas que fabricam chassi no país são:

  • Mercedez-Bens;
  • MAN (VW);
  • Agrale;
  • Iveco;
  • Volvo;
  • Scania;

Os chassis também podem ser idênticos, sendo que o único fator que os diferencia é o motor. O chassi também pode influenciar a escolha pela carroceria, sendo duas características determinantes nesse sentido:

  • Distância entre os eixos: alguns chassis têm o segundo eixo mais próximo ao primeiro e outros possuem o entre-eixos com uma distância maior. Em casos de ônibus com três eixos, essa diferença na distância também pode existir entre segundo e terceiro eixos;
  • Balanços dianteiro e traseiro: balanço é o nome dado a distância entre o eixo e a frente ou traseira do veículo, sendo essa outra característica que influência no modelo de carroceria compatível com o chassi.

Ao optar por comprar um ônibus usado indica-se procurar uma empresa de confiança e verificar antecipadamente o modelo de chassi e carroceria de acordo com o uso futuro do veículo.