+

03/08/2017

Vendas de ônibus acumulam queda de 11,06% no ano, diz Fenabrave


Vendas de ônibus acumulam queda de 11,06% no ano, diz Fenabrave

Refrota, o programa de financiamento de ônibus urbanos novos com recursos do FGTS, tentativas de ajustes econômicos, redução da taxa básica de juros e um discurso de aparente otimismo por parte da equipe do presidente Michel Temer. Tudo isso não foi suficiente para reverter a queda de vendas de veículos comerciais, que são indicadores do nível de atividade de diversos setores. De acordo com o balanço divulgado pela Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, os segmentos de ônibus e caminhões juntos registram queda acumulada de 13,1% entre janeiro e julho deste ano, com 33.914 veículos comercializados. Somente em relação aos caminhões, a queda foi de 13,7% com 25.984 veículos. A comercialização de ônibus no Brasil caiu nos sete primeiros meses deste ano, 11,06% com 7.930 veículos de transporte coletivo. No mesmo período do ano passado, foram 8.916. Em relação ranking das marcas, no segmento de caminhões a disputa é acirrada entre Mercedes-Benz e Volkswagen. A Mercedes lidera no acumulado do ano, mas a Volkswagen ultrapassou a marca no mês de julho. No caso do segmento de ônibus, Mercedes-Benz lidera com folga no acumulado do ano. A segunda colocada Volkswagen. Em julho a Marcopolo, que se refere aos miniônibus Volare, registrou uma expressiva alta e o segundo lugar no ranking de vendas do mês.   Fonte: Diário do Transporte