+

07/11/2017

Vendas de ônibus saem do vermelho pela primeira vez no acumulado do ano desde 2014


Vendas de ônibus saem do vermelho pela primeira vez no acumulado do ano desde 2014

Pela primeira vez desde 2014, as vendas de ônibus conseguem registrar no acumulado parcial de um ano, números positivos. De acordo com o balanço divulgado nesta quarta-feira, 1º de novembro de 2017, pela Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, que reúne as revendedoras e concessionárias, o número de ônibus emplacados no período entre janeiro e outubro de 2017 foi 1,13% maior que no mesmo período de 2016. Foram emplacados, de acordo com a entidade, no acumulado parcial deste ano, 12.050 ônibus ante 11.915 do período de 2016. Se forem comparados os meses de outubro de 2016 e outubro de 2017, para este ano, a alta foi significativa: 54,56%. Enquanto que em outubro do ano passado, o mercado emplacou 757 ônibus, em outubro deste ano, foram 1.170 unidades. A Frenabrave ainda informou que em relação ao mercado de caminhões, a queda no acumulado até agora foi de 3,97%, mas que até o final do ano, pode haver uma reversão desse quadro. Na comparação entre os meses de outubro de 2016 e outubro deste ano, houve alta de 47,85% nas vendas de caminhões. No total até ontem, desde janeiro, o mercado emplacou 40.399 veículos de carga. As estimativas em relação à melhoria de índices básicos da economia e também a necessidade de renovação de frota diante do envelhecimento além do padrão habitual de cada segmento, ajudam a explicar esses números. As quedas nas taxas de juros também contribuíram. Em relação às marcas no mercado de veículos pesados, a Mercedes-Benz lidera com folga entre os ônibus, com 59,83% de participação no acumulado do ano e de 67,52% somente em outubro. Em segundo lugar, aparece no acumulado do ano, a MAN-Volkswagen, com 14% e a Volare em terceiro lugar, com 9,84% do mercado, classificada pela Fenabrave como Marcopolo. A posição do ranking se repete somente quando é analisado o mês de outubro isoladamente. Em relação aos caminhões, a disputa é mais acirrada, com Mercedes-Benz liderando com 29,56% de participação de mercado no acumulado do ano e MAN-Volkswagen logo atrás, com 24,7%. Em terceiro lugar, aparece a Ford, com 15,45%.   Fonte: Diário do Transporte   Imagem: Bigstock by dolgachov